daianeeeeeeeeeeee.jpgdaianeeeeeeeeeeee.jpgO Projeto pra mim foi sem dúvida, a melhor época da minha vida. Antes de entrar para o Pescar eu não tinha perspectivas de ter uma vida melhor, pois por mais que os meus pais quisessem as circunstâncias não permitiam. Desde de 2000 eles estavam desempregados, com pouca escolaridade, minha mãe parou de estudar na 3°série e meu pai na 1°série, eles se viam com as mãos atadas.

 Quando me inscrevi estava quase sem esperança, pois havia procurado emprego e não tinha conseguido, eles sempre me diziam que queriam pessoas que tivessem qualificação para as vagas, e eu não tinha nenhum curso, apenas cursava o Ensino médio, meu currículo não passava de meia folha, o que me deixava ainda mais desanimada.

Depois que entrei para o Projeto Pescar minha vida mudou muito. Aprendi a dar valor as coisas que tenho e a correr atrás das que eu não tenho. Eu sempre reclamava de tudo, não aceitava a minha condição de  vida. Depois que participei do Pescar houve uma  mudança notável em minha vida. Minha família comemora até hoje a transformação que aconteceu em mim depois do Curso.

Hoje faço um Curso Técnico em Administração, tenho oito cursos, que ganhei e fiz enquanto estava estudando no Pescar, toco violino, sou voluntária da Fundação Thiago Gonzaga, e sou assistente administrativa da área de desenvolvimento da Fundação Projeto Pescar. Futuramente vou ser uma grande juíza e terei minha própria Unidade do Projeto Pescar. Vou fazer por outras pessoas o que o Pescar da Univias fez por mim, não vou dar o peixe mas vou ensinar a pescar.

Se pudesse resumir o que o Pescar significou para mim resumiria na frase de William Sheakspeare que diz: ” O importante não é o que vc tem na vida mas quem você tem na vida” Meus amigos, minha família….o resto se conquista!