Basta ter uma sala de aula e algumas pessoas com boa vontade.

A empresa deve oferecer um curso que prepare os alunos para desenvolverem atividades no seu segmento, utilizando a experiência e os talentos humanos internos como diferenciais nessa formação. A empresa também deve disponibilizar uma pessoa, com dedicação em tempo integral, para ser o Orientador da Unidade. Essas pequenas ações resultam em grandes mudanças na vida desses jovens. Mudanças profissionais mas acima de tudo pessoais. Eles passam a ter esperança, perspectivas de vida, se tornam confiantes e isso reflete não só nas sua vidas, mas também nas famílias e comunidades onde estão inseridos.